terça-feira, 7 de janeiro de 2014

WHAT IT IS...


Não é pelo tamanho, comprimento ou espessura do pau... não é pela forma como uso os dedos, delicadamente provocando arrepios pelo corpo todo. Não é a forma como deixo os meus beijos pelo corpo, como se fossem fragâncias deixadas, pousadas com a suavidade que só os lábios sabem ter.
Não é certamente pela força que faço quando te pego pela cintura, ou mesmo de quatro quando seguro e puxo pelos cabelos. Nem a força com que dou as palmadas no rabo, que tanto gosto de dar...


Mas a minha língua... ai a minha língua...
Quando sai da minha e tua boca depois de um daqueles beijos, vai pelo pescoço e desce o corpo todo... mesmo até aos pés!
Ai a minha língua quando sobe, por entre as pernas que em frente a mim se abrem...
Ai a minha lingua que passeia em círculos pelos mamilos enrijecidos, entesados, durinhos... ai a minha língua quando desenha com saliva, misturada com o mel que sai do ventre, círculos, rectas e ziguezagues...

Ufa, que fico sem folgo ao imaginar a minha língua passear e sentir mais um pouco o sabor do teu ventre...


Vulcano

6 comentários:

Nikita disse...

E qual é a mulher que não gosta de um homem...guloso? ;)

Vulcano disse...

Eu gostava de mostrar a todas as potencialidades da minha língua... :)

Ups... falei!

Beijos

Vénus S. disse...

Vulcano, a língua é um pecado delicioso ;)

Kiss

Vénus S.

Vulcano disse...

Vénus S, a quem o dizes... a quem o dizes! :)

Beijo

Vulcano

The Girl With Tattoo disse...

A lingua tem muito que se lhe diga , bem usada , até o mais Santo dos santos babava .
Então sou gulosa ;)


Bj Completo

Vulcano disse...

Gi, nem imaginas!
Ai és gulosa? Mas que marota que tu és...

Beijos