sexta-feira, 30 de agosto de 2013

DÁ-ME...

 

Dá-me um M de ti,
Dá-me mais que sei lá o quê...
Mas dá!
Dá-me um beijo,
Dá-me um abraço!
Dá-me o teu corpo,
que eu receberei com o meu!
Dá-me...
Não dês nada, porque eu não sei pedir...
O egoismo a falar mais alto,
A vontade a dominar o corpo,
o Coração a pular...


Dá-me o teu acordar,
Dá-me o adormecer,
que eu tenho insónias...
Dá-me uma tarde tua,
só para mim!
Dá-me a ver as tuas mãos,
Dá-me a cheirar o teu cabelo,
Dá-me a lamber o teu perfume,
que tanto me perturba nas viagens de carro que faço!
Não dês nada, porque eu não sei pedir...


Dá-me a menina
que tanto gosto de te tratar assim.
Dá-me de comer, de beber...
Dá-me o prazer de te dar também,
comer, beber...


Dá-me um sofá
com a tua companhia,
Dá-me uma cama com o teu prazer,
Dá-me um banco de trás de um carro,
em pleno dia, num parque público!
Dá-me um por do sol a fazer amor
Dá-me uma praia só para nós
Dá-me um banho todo nu no mar...


Dá-me um olhar, em silêncio,
Dá-me a tua pele arrepiada
depois de passear os dedos nas tuas costas.
Dá-me um sorriso,
Dá-me, não um, mas pelo menos
um sorriso de cada teu
a cada dia
nosso!
Dá-me a alegria de estar presente
sempre que o relogio andar.
Dá-me a tua vida
porque a minha...
eu fechei-a dentro de um coração
que levas ao pescoço!

Vulcano

1 comentário:

MissM disse...

Dito assim quem não fica com vontade de dar tudo o que pedes mesmo não pedindo ... ;)
Beijo (inocente :) )