segunda-feira, 17 de julho de 2017

17.07.1997

Faz precisamente 20 anos, eu tinha começado a trabalhar fazia muito pouco tempo e lembro-me que peguei numa folha de um bloco, amarrutada até, e comecei a escrever.
Saiu um dos meus mais belos poemas que alguma vez escrevera.
Lembro que contava uma fase da minha vida, mas que possivelmente toda a gente por lá passa, mas eu decidi deixar-me levar pelo estado de espírito do momento, onde contava a transição de uma vida adolescente, ainda inocente, para uma vida "mais adulta", porque no fundo, e hoje posso-o dizer, que sempre guardei comigo um pouco dessa inocência, dessa adolescência!


Vulcano

Sem comentários: